Make your own free website on Tripod.com

Anatomia   Macro  e  Microscópica  do  Sistema  Respiratório

Componentes do Sistema Respiratório

 

Os componentes essenciais do aparelho de bombeamento são:

1) os dois sacos pleurais que abarcam os pulmões e formam câmaras de vácuo ao redor deles

2) o esqueleto do tórax, às vezes conhecido por caixa torácica (ou gradil costal) e seus músculos associados

3) o diafragma

Os movimentos da caixa torácica e do diafragma resultam numa alteração do volume torácico. Este, por sua vez, afeta a pressão negativa dentro dos sacos pleurais e, como resultado, o ar é conduzido aos, ou expelido, dos pulmões.

 

As vias de condução aéreas (ou simplesmente, vias aéreas) são usualmente divididas em

1. Superiores

2. Inferiores

As vias aéreas superiores correspondem às fossas nasais, faringe, laringe e porção superior da traquéia; as vias aéreas inferiores correspondem à porção inferior da traquéia, os brônquios-fonte direito e esquerdo, os brônquios lobares, os segmentares, os subsegmentares. E assim sucessivamente, até às porções mais distais dos pulmões, ao nível do bronquíolo terminal.

 

 

 

As Fossas Nasais

A primeira parte do percurso respiratório é a cavidade nasal. A cavidade nasal é dividida em duas metades laterais, direita e esquerda, por um septo mediano. Ocupando espaço dentro das cavidades nasais encontram-se as conchas nasais (ossos turbinais), e, abrindo-se para fora das cavidades, estão os seios paranasais. As cavidades nasais comunicam-se com o exterior através das narinas e com a laringe através das coanas (narinas caudais).

 

 

A Árvore traqueobrônquica

 

A assim chamada árvore traqueobrônquica é dividida em dois grupos de vias aéreas:

1) brônquios ou vias aéreas cartilaginosas

2) bronquíolos ou vias aéreas membranosas

Os brônquios são simples condutos por onde o ar flui. Os bronquíolos, ao contrário, são adicionalmente subdivididos de acordo com suas funções:

1. Bronquíolos não respiratórios, incluindo os bronquíolos terminais, são também simples vias aéreas condutoras;

2. Bronquíolos respiratórios, onde ocorrem trocas gasosas.

Fossas nasais, boca, faringe, laringe e a árvore traqueobrônquica (que inclui a traquéia, os brônquios fonte e porção mais central dos pulmões) representam as estruturas que compõem o sistema de condução aérea.

 

Ao nascimento, as vias cartilaginosas já estão plenamente completas, não ocorrendo qualquer subdivisão adicional. Na verdade, algumas gerações de vias aéreas condutoras diminuem pela alveolização.

 

           Página Anterior                       Próxima Página                     Índice Diabetes Mellitus